quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Deserto das palavras.


Sabiá laranjeira,
Ouço o teu cantar bem perto
Eu sai te procurando,
Mas a noite foi chegando ,
E eu me perdi no deserto.
 (Dércio Marques)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Quem olha pros lados,
Nem sempre volta atras...
Quem perde algo,
Nem sempre vai buscar...
Quem sente fome,
Nem sempre come...
Quem sangra
nem sempre chora...
Quem sente frio,
nem sempre morre...
Quem tem cartola,
Nem sempre samba...
Quem mia,
nem sempre é gato...
Quem sorri,
nem sempre é feliz...
Quem fala,
nem sempre faz...

Quem esta junto,
Nem sempre enjoa...
Quem não sabe,
as vezes sabe...
Quem mente,
perde a gente...

Quem diz que ama,
Não abandona...



para a minha nee-chan

Nenhum comentário:

Postar um comentário